terça-feira, 15 de abril de 2014

NOTA DE FALECIMENTO

É com muito pesar que este blog informa a nota de falecimento do senhor Luiz Paulino da Silva, ele que morava na rua Beira Rio e que contava com 90 anos de idade, deixou 10 filhos, 24 netos e 22 bisnetos. 
Ele faleceu por volta das 22 horas desta terça-feira 15/04.

UPANEMA É DESTAQUE NEGATIVO NO SITE G1, DA GLOBO

Um depósito de combustível tem incomodado moradores do município de Upanema, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O estudante universitário Renato Medeiros Albuquerque enviou fotos pelo VC no G1 nas quais mostram galões com combustíveis sendo armazenados embaixo de uma árvore. Segundo o colaborador, a compra do combustível é feita de forma clandestina e o terreno pertence ao prefeito Luiz Jairo, do PR.
"Procurei vários órgãos responsáveis e não encontrei nenhuma licença para o funcionamento desse depósito. Lá, fica armazenado um óleo tipo S10, uma derivação do biodiesel, próprio para caminhonetes", acrescenta Renato.
Ainda segundo Renato, o material vem de um posto de combustível de Mossoró, também na região Oeste. "Eles abastecem o depósito durante a noite. Esse tipo de óleo diesel não tem aqui em Upanema e serve para abastecer alguns carros da prefeitura", falou.
Estudante diz que carro da Prefeitura de Upanema é abastecido com gás de cozinha (Foto: Renato Medeiros Albuquerque/G1)
Renato também enviou imagens de um carro da Prefeitura de Upanema que, segundo ele, é movido a gás de cozinha. "Os motoristas têm medo porque o botijão fica do lado do motor e pode explodir", acrescentou o estudante.
Nota da Redação: O prefeito de Upanema, Luiz Jairo, confirmou a existência do depósito, mas negou que o combustível seja comprado clandestinamente. "Todas essas compras são feitas com licitação", disse. Ainda de acordo com o gestor, a prefeitura aguarda apenas uma licença do Idema (Instituto de Defesa do Meio Ambiente) para que os postos de combustíveis do município possam comercializar o óleo diesel. Sobre o terreno, ele também confirma ser o proprietário do local, mas nega que funcione como depósito - apenas como lugar onde é feito o abastecimento dos veículos da prefeitura. Sobre o carro movido a gás de cozinha, Luiz Jairo recusou-se a comentar a denúncia. Disse que estava a caminho de Natal e que, ao chegar na capital, poderia dar esclarecimentos. O G1 tentou contato novamente com ele, mas o prefeito não retornou as ligações.
Confiram a matéria no site do g1 clicando AQUI

Henrique gasta mais de R$ 100 mil com empresa que financiou sua campanha

O deputado federal e presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, já destinou no atual mandato R$ 101.477 de sua Cota para Exercício da Atividade Parlamentar, portanto dinheiro público, a gastos com a RG de Barros Vasconcelos (nome de fantasia Posto Jacutinga, CNPJ 03154296000193). A mesma empresa doou R$ 10 mil à campanha do parlamentar, no ano de 2010.
 
Somente nos dois primeiros meses de 2014, foram gastos R$ 9 mil da cota de Henrique Alves com a RG de Barros, exatamente R$ 4.500 em cada mês. O Supremo Tribunal Federal vota, atualmente, a possível vedação de doações de empresas às campanhas eleitorais e a maioria dos ministros já se posicionou favorável à proibição.
 
Em janeiro de 2013, os gastos de Henrique Alves com a empresa doadora foi notícia no jorna O Globo, com a manchete “Alves abastece com verba posto que doou para sua campanha” (http://oglobo.globo.com/pais/alves-abastece-com-verba-posto-que-doou-para-sua-campanha-7306756).
 
Na ocasião, o deputado, através de sua assessoria, limitou-se a responder que “com relação às doações de campanha, peço que seja verificada a lisura, a legalidade de todas as prestações de conta junto ao TRE. Com relação ao uso de verba indenizatória, sugiro que seja verificada a legalidade e a correção de minhas contas nesses 42 anos de vida parlamentar”.
 
Apesar da denúncia, os gastos continuaram sendo efetuados e chegaram a R$ 43.458,19 somente durante o ano passado. A análise de O Globo apontou que o preço da gasolina normal no Jacutinga, em janeiro de 2013, era R$ 2,71 o litro, enquanto a aditivada estava em R$ 2,85 por litro.
 
De acordo com o jornal, ainda que considerando o valor do combustível mais caro, “num mês como fevereiro de 2011, em que o parlamentar gastou R$ 4.500 no posto, seria possível rodar 1.660 quilômetros, aproximadamente a distância necessária para se cortar o Nordeste, indo de Salvador a São Luís”.
 
Todos os dados estão disponíveis em:
 
 

segunda-feira, 14 de abril de 2014

José Agripino diz que o povo pede redução da maioridade penal

A morte de uma estudante pelo ex-namorado que completaria 18 anos um dia após o crime chocou o Distrito Federal e pode levar o Congresso Nacional a aprovar um projeto de lei que reduz da maioridade penal para crimes hediondos. O tema é defendido, aliás, por grande parte dos eleitores que entraram em contato com o Senado neste ano. 

Segundo o assessor especial da Secretaria de Transparência do Senado, Thiago Cortez, três PECs (Proposta de Emenda a Constituição) que propõem reduzir a maioridade penal se estabeleceram, neste ano, como o maior interesse da pessoas que buscam o “Alô Senado”, canal de comunicação pelo qual os senadores recebem sugestões da sociedade — os dados do acesso neste início de 2014 ainda serão fechados na próxima semana. 

Por ano, o Senado recebe, em média, 1,2 milhão de mensagens dos eleitores brasileiros. Líder do DEM no Senado, José Agripino Maia (RN) destaca que as demandas recebidas pela ferramenta de comunicação refletem o que a população vive e quer. 
  
Há um interesse muito grande na diminuição da maioridade penal, até por causa de casos que impactaram a opinião pública, como o do rapaz que matou a namorada dois dias antes de completar 18 anos, de forma bárbara, e que está sujeito à penalização como menor de idade. O questionamento da diminuição da maioridade é um fato muito presente. 

Em entrevista ao programa “Alô Senado”, o parlamentar disse que as contribuições da população por meio de canais como as redes sociais ajuda no trabalho dos senadores. 

A rede social provoca o assunto que está na cabeça das pessoas. A sociedade manifesta as suas preocupações, é um grande impute para o parlamentar, que é legislador, possa de mover, debater, discutir e propor melhorias em cima das aflições do povo. 

POLÍCIA PRENDE HOMEM PORTANDO UMA ARMA DE FOGO NO CENTRO DE UPANEMA

A Polícia Militar de Upanema, sob o comando do cabo Sabino e Cabo Rosivaldo, prenderam em flagrante na manhã desta segunda-feira, 14/04, a pessoa de Salatiel, vulgo Neném, que reside no P.A. Dutra 1, que estava portando um revolver calibre 38 municiado com 5 munições intactas. 

Os policiais militares relataram que estavam em patrulhamento de rotina pela zona urbana de Upanema e quando iam passando nas proximidades da prefeitura, se depararam com o acusado, que ao avistar a viatura ficou nervoso e caiu da motocicleta e tentou fugir com a arma, tentando desfazer da mesma. A PM entrou em perseguição e conseguiram prender o meliante em um bar que fica próximo ao mercado publico. 

O acusado foi apresentado ao delegado de Upanema, Dr. Denis Carvalho, ao qual efetuou o flagrante e foi arbitrada fiança. 

Salatiel ainda é suspeito de uma tentativa de homicídio que teve no P.A. São Geraldo, que fica cerca de 15 quilômetros da cidade de Upanema. 

DESRESPEITO COM O POVO DE UPANEMA!!!

Terminal ficou destruído com a explosão  (Foto: Marcelino Neto)Já se passaram mais de 2 meses desde a explosão do único terminal de auto atendimento do Banco do Brasil em Upanema-RN. O incidente aconteceu na madrugada de 13 de fevereiro. Para acabar de completar explodiram também no ultimo dia 26 de março o único terminal de auto atendimento do Bradesco, o que deixou a cidade completamente parada se não fosse os correspondentes bancários destes bancos.

O que não se justifica é a tão grande demora em normalizar o atendimento eletrônico dos caixas, caracterizando total falta de respeito para com os cidadãos que utilizam os serviços destas duas instituições bancárias.

 Em dias de pagamento de aposentados e funcionários, assim como nas segundas-feiras, que é o dia da feira livre da cidade, formam-se filas enormes nos correspondentes bancários, onde não raro acontecem discussões entres usuários do sistema pela lentidão, falta de dinheiro no caixa e cortes de fila por pessoas que desrespeitam os demais. 
Terminal do Bradesco em Upanema foi destruído com a explosão  (Foto: Renato Medeiros Albuquerque)
Quem precisa utilizar os serviços das duas instituições financeiras tem que ir até a cidade de Mossoró-RN há mais de 50 km.

Ou seja, tanto no BRADESCO como no BANCO DO BRASIL o problema vem sendo "empurrado com a barriga", sem que os clientes tenham seus direitos respeitados, e sem falar que aqui em nossa cidade nos não temos quem nos represente dignamente.

sábado, 12 de abril de 2014

ENQUANTO ISSO AQUI EM CASCAVEL...

    Caros leitores deste blog, nossa cidade está parecendo os Estados Unidos em termo de segurança, pois temos de plantão 2 policiais e também duas viaturas para fazer o patrulhamento por toda zona urbana e rural. 
    Vocês já pensaram que enquanto a viatura está atendendo alguma ocorrência na zona rural não tem ninguém para lhe defender aqui na zona urbana? 
    Pois bem, a alguns meses atrás uma comitiva de políticos de nossa cidade foram até o batalhão de polícia  atras de algum reforço para cá, saíram de lá com um projeto para pagar diárias operacionais aos policiais que estivessem de folga para trabalharem em nossa cidade, até o momento esse projeto que foi aprovado pelos nobres vereadores não saiu do papel, exceto no carnaval onde a prefeitura pagou várias diárias para maquiar a real situação em que nosso município vive em relação a segurança pública. 
    Enquanto isso nossos policiais estão indo tirar serviços extras em outras cidades pois o prefeito de lá que pensa na população e tem bom senso paga várias diárias operacionais para a cidade melhorar em termos de segurança pública, coisa que o prefeito daqui não sei se é por conveniência politica ou porque ele gosta mesmo que a sua população de sua cidade sofra nas mãos da bandidagem e fique refém da insegurança pública que está presente em nosso dia-a dia. 
Portanto, enquanto o nosso prefeito não quiser dá nenhuma contra partida com a segurança em nossa cidade vamos ficar reféns da criminalidade.

VIVA CASCAVEL!!!